Construção civil é esperança para alavancar economia brasileira | MERCADO IMOBILIÁRIO BAIXADA SANTISTA

A economia brasileira foi fortemente afetada por toda a crise causada pela pandemia da Covid-19. Diversos segmentos acabaram prejudicados com tempo e a nossa moeda foi muito desvalorizada. Agora já se recuperando destes estragos, a economia do país se apoia em alguns pilares para se reerguer, um deles é a indústria da construção civil.

Vale lembrar que a valorização deste setor veio ainda durante os anos de 2020 e 2021, quando as pessoas em isolamento social começaram a dar mais importância para suas casas. Neste caso, não só a parte de financiamento de novas residências aumentou, mas também o número de reformas em lares já construídos.

Este aumento acaba refletindo na demanda por mão de obra, o que gerou mais de 240 mil vagas de emprego até o fim de 2021, segundo dados do Caged (Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

Com a chegada de 2022, o crescimento foi prejudicado pelas taxas de juros e preços dos materiais de construção. Ainda assim, a alta do setor segue como um ponto de otimismo para os empresários.

Já para os trabalhadores, o momento também é oportuno já que a grande necessidade de trabalho nos projetos valorizou ainda mais o serviço destes profissionais.

Para debater todos os avanços e atualizações deste mercado, o Grupo Tribuna realiza no dia 4 de julho, o Summit da Construção. O evento fechado só para convidados reunirá diversas pessoas do ramo para debaterem sobre o futuro.

Ele acontece justamente pela grande participação econômica do setor na Baixada Santista e terá palestras e painéis para abordar os próximos passos da construção civil na região.


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar