Charlie Brown Jr. fará primeiro show em Santos após morte de Chorão e Champignon | Santos e Região

A banda Charlie Brown Jr. voltou aos palcos após quase dez anos da morte dos músicos Chorão e Champignon, e fará o primeiro show em Santos, no litoral de São Paulo, onde surgiu em 1992. A turnê, organizada pelos guitarristas Marcão Britto e Thiago Castanho, é uma celebração de 30 anos de história da banda e os 25 anos do lançamento do primeiro disco ‘Transpiração Contínua Prolongada’.

O Charlie Brown Jr. foi fundado em 1992 pelos amigos Chorão, Champignon, Marcão, Thiago e Pelado. Sucessos como ‘Dias de Luta, Dias de Glória’, ‘Só os Loucos Sabem’, ‘Ela Vai Voltar’, ‘Proibida Pra Mim’ seguem na ponta da língua da legião de fãs que se formou pelo Brasil. Em 2020, o Charlie Brown Jr. foi a única banda brasileira no Top 10 das músicas mais tocadas da década no Spotify.

O novo show conta com a participação dos guitarristas Marcão e Thiago, membros fundadores da banda, Heitor Gomes no baixo, André ‘Pinguim’ Ruas e Bruno Graveto na bateria. No lugar de Chorão, foi escalado o vocalista Egypcio, da banda Cali Rock e ex-Tihuana.

Charlie Brown Jr. tem nova formação para a turnê de 30 anos — Foto: Reprodução/TV Tribuna

O reencontro com os palcos e os fãs é uma forma de eternizar a história da banda e homenagear os amigos Chorão e Champignon, que morreram em 2013. O guitarrista Thiago Castanho conta que todos os participantes da turnê têm alguma ligação com a banda.

“São pessoas que já gravaram disco, já tocaram com a gente, fizeram turnê, tem história dentro da banda também. O que a gente faz é ‘Respeitando o passado, eternizando o legado’, esse é o nosso lema”, disse Thiago Castanho, em entrevista à TV Tribuna.

“É um convite pra todo mundo que, de alguma maneira, teve o Charlie Brown como trilha sonora em algum momento da sua vida. E, as pessoas que não puderam assistir o show do Charlie Brown, para eles poderem conferir o show com a gente, sentir a energia da banda, os músicos tocando junto”, falou Marcão.

A turnê também é uma celebração aos 25 anos do lançamento do primeiro disco ‘Transpiração Contínua Prolongada’. “É um primeiro álbum muito especial. Teve 5 hits singles, 5 músicas que tocaram muito nas rádios, que eram o maior veículo de comunicação na época”, falou Marcão, em entrevista à TV Tribuna. Entre eles estão “Proibida pra mim” e “O coro vai comê!”.

Castanho e Marcão organizaram a nova turnê de 30 anos do Charlie Brown Jr. — Foto: Reprodução/TV Tribuna

No show, os fãs podem conferir com os sucessos da banda e músicas do último disco ‘La Familia 013’, que nunca haviam sido tocadas ao vivo. A turnê já passou pelo Rio de Janeiro, Porto Alegre e Santa Catarina.

A banda se apresenta neste sábado (30) em São Paulo e no dia 6 de agosto no Arena Club, em Santos. Esse será o primeiro show da banda na cidade onde o Charlie Brown Jr. foi criado, após a morte de Chorão e Champignon.

“A gente sente que a gente está mais próximo do Chorão e do Champignon quando a gente está ali no palco, meio que eternizando aquelas músicas, lembrando como a gente continua relevante. É uma banda que é muito escutada até hoje”, falou Castanho à TV Tribuna.

“Tocar em Santos é sempre muito especial, é a cidade onde tudo começou, lugar que nos inspirou também. Vai ser um show emocionante, cheio de lembranças de momentos incríveis que vivemos aqui durante essas três décadas desde o início da banda. Santos está no DNA do Charlie Brown Jr. Vai ser uma noite histórica!”, declaram Marcão e Thiago, em nota enviada pela assessoria dos músicos.

Chorão agradece presença de Champignon no palco do Ceará Music, em Fortaleza — Foto: Fred Pontes/Divulgação

O vocalista do Charlie Brown Jr, Alexandre Magno Abrão, o Chorão, foi encontrado morto no dia 6 de março de 2013 em seu apartamento, na Zona Oeste de São Paulo. Um exame realizado por equipes do Instituto Médico Legal (IML) apontou que o vocalista do Charlie Brown Jr. sofreu uma overdose de cocaína.

Após a morte de Chorão, em 6 de março de 2013, os membros do Charlie Brown lançaram a banda ‘A Banca’, que tinha Champignon como vocalista.

Champignon foi encontrado morto com um tiro na boca na madrugada do dia 9 de setembro de 2013 em seu apartamento na região do Morumbi. Ele tinha 35 anos.

Cláudia Campos estava grávida de 5 meses, na época, e contou que eles tinham acabado de chegar de um restaurante. Ele se fechou no quarto, ela escutou o estampido, o barulho do tiro, e depois foi pedir ajuda para o vizinho. Policiais militares e uma equipe do Samu foram ao local e já encontraram Champignon morto. O caso foi registrado como suicídio no 89º Distrito Policial, em São Paulo.

Chorão — Foto: Divulgação

VÍDEOS: “Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias”


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar