Cerimônia marca fechamento de hospital de campanha em Santos | Mais Saúde

Em agradecimento aos profissionais que atuaram no hospital, foi plantada uma muda da árvore Capororoca, cedida pelo Jardim Botânico Chico Mendes. Também foi exibido um vídeo com depoimentos de alguns funcionários sobre a experiência no enfrentamento à doença, e a paciente Paula Helena cantou uma música.

O imóvel onde funcionava o hospital pertence a um grupo que cedeu o espaço sem custos para a Prefeitura de Santos utilizar como hospital de campanha. O local estava sem uso, e a cessão estava de acordo com a estratégia do município de abrir leitos de campanha em equipamentos de saúde, e não em locais públicos, como estádios e ginásios.

Foram feitas adequações estruturais, e houve um investimento de R$ 4,9 milhões na estrutura física, na rede de gases, na compra de equipamentos e leitos hospitalares, além de ventiladores mecânicos e monitores multiparâmetros. O hospital passou a receber pacientes em maio de 2020.

De acordo com Renato Casarotti, vice-presidente de Relações Institucionais do grupo responsável pelo prédio, será feita uma reforma, que começa nesta quarta, e em seis meses o espaço será transformado em um Centro de Oncologia.

Apesar do fechamento, a prefeitura salienta que manterá leitos de campanha para o tratamento da Covid-19 no Complexo Hospitalar dos Estivadores, na Santa Casa e na Beneficência Portuguesa. Para uma eventual ampliação de leitos, além destes, podem ser considerados outros estabelecimentos que também deram suporte hospitalar durante a pandemia, como o Complexo Hospitalar da Zona Noroeste, o Hospital de Pequeno Porte, a UPA Central e a UPA Zona Leste.

Última paciente internada com Covid-19 em hospital de campanha de Santos recebeu alta nesta terça-feira (26) — Foto: Rogério Bomfim/Prefeitura de Santos

No mês de outubro, a unidade registrou o menor índice de pacientes desde sua abertura. De 1º a 20 deste mês (último dia de recebimento de pacientes), a média foi de 11 internados por dia por Covid-19. O pico de internações ocorreu em abril deste ano, com média de 74 pacientes por dia.

Na última segunda-feira (25), o Hospital Vitória atendia cinco pacientes. O maior número de internações simultâneas no equipamento, 85 pacientes, foi registrado no dia 5 de abril de 2021. Em 2020, a menor média de internados ocorreu em outubro (do dia 1º ao 20), com 23 pacientes por dia, e a máxima em dezembro (do dia 1º ao 20), com 39 internados.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar