Cemitérios municipais de Santos recebem cerca de 40 mil pessoas no Dia de Finados | Santos e Região

Os três cemitérios públicos municipais de Santos, no litoral de São Paulo, receberam cerca de 40 mil pessoas nesta terça-feira (2), Dia de Finados. De acordo com a prefeitura, o número foi o dobro do que era estimado para a data. Desde sábado (30), cerca de 70 mil visitantes foram registrados nos três espaços: Areia Branca, Filosofia e Paquetá.

Segundo o coordenador dos cemitérios de Santos, Carlos Eduardo Silva, o Jarrão, foi observado que havia uma demanda reprimida para realizar as homenagens aos entes queridos, devido à pandemia. Os velórios deixaram de ser realizados, e havia limitação para até dez pessoas nos sepultamentos.

As necrópoles funcionaram das 7h às 17h, e só foi permitido o acesso e a circulação com o uso de máscara, como medida de proteção contra a Covid-19. Foi disponibilizado álcool em gel na entrada, no interior dos cemitérios e no momento da saída. As missas foram realizadas cumprindo distanciamento social, e também houve distribuição do produto.

Foram celebradas missas nos três cemitérios. O padre Cláudio da Conceição, da Paróquia Santa Margarida Maria, celebrou três missas no Areia Branca, e por meio da assessoria, falou sobre a importância da realização delas com participação popular, o que não foi possível no último Dia de Finados. “Dentro ainda desse quadro pandêmico, para nós é uma alegria poder voltar a adentrar esse solo sagrado para prestar a nossa homenagem aos nossos irmãos falecidos”, disse.

No Cemitério da Filosofia, o padre Aluísio Antonio da Silva, da Paróquia São Tiago Apóstolo (Chico de Paula), celebrou as missas, enquanto no Paquetá, foram celebradas pelo padre Claudenil Moraes da Silva, da Catedral.

VÍDEOS: As notícias mais vistas do g1


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar