Casos confirmados de varíola dos macacos crescem 96% na Baixada Santista em um mês | Mais Saúde

Santos lidera o ranking com 18 casos confirmados. Segundo a Seção de Vigilância Epidemiológica (Seviep), da Secretaria de Saúde da cidade, todos os infectados, até o momento, são homens adultos e sem sinais de gravidade da doença. Destes, 14 já receberam alta. O município conta com seis casos suspeitos, que estão em isolamento domiciliar enquanto aguardam o resultado de exames.

Logo atrás aparece Praia Grande, com 16 casos da varíola dos macacos confirmados. Destes, 10 pacientes já receberam. Os demais seguem em isolamento domiciliar, sem sinais de gravidade da doença e sendo monitorados pela equipe de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) da cidade.

Em terceiro lugar está São Vicente com 10 casos confirmados e oito suspeitos. De acordo com a prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), tanto quem está com a doença, quanto aqueles que ainda aguarda exames, estão em isolamento e monitoramento constante da Vigilância Epidemiológica. Vinte e dois casos já foram descartados.

A Prefeitura de Guarujá informou que a cidade tem quatro casos confirmados da varíola dos macacos. Os pacientes estão em isolamento e são monitorados pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde. Em seguida, vem Itanhaém, com três pessoas diagnosticadas e 11 casos descartados.

Cubatão e Bertioga confirmaram apenas um caso da doença, cada. Não há pacientes com suspeita.

Até o momento, Mongaguá não conta com casos confirmados ou suspeitos de varíola dos macacos. O g1 entrou em contato com a Prefeitura de Peruíbe, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem. No último balanço realizado, a cidade não havia registrado de nenhum caso da doença.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar