Brasileira que sofreu grave acidente na lua de mel em Punta Cana recebe alta da UTI: ‘pior já passou’ | Santos e Região

A brasileira que sofreu um grave acidente de ônibus ao lado do marido, durante a lua de mel em Punta Cana, na República Dominicana, recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ao g1 nesta quarta-feira (12), Jhordan Abdalla, de 28 anos, marido de Flavia Martinez, de 26, revelou que a mulher está no quarto e deve ter a alta definitiva concedida ainda nesta semana.

“O neurologista fez uma avaliação e deu alta para ela. O pior já passou, graças a Deus. Agora, ela vai ficar cuidando apenas dos traumas, cicatrizando as feridas e tudo mais”, disse Abdalla logo depois de ter recebido a notícia sobre o quadro da esposa.

Ainda de acordo com o marido de Flavia, que sofreu ferimentos leves e já recebeu alta, a expectativa para a liberação da esposa é grande. “Estimo que em dois ou três dias [ela receba alta definitiva]. Tudo vai depender da cicatrização. Mas deve ser bem rápido, pois ela está respondendo bem“.

Após o acidente, Abdalla, que é analista de negócios, ficou com os braços ralados e precisou de alguns pontos. Por sua vez, Flavia, que é auxiliar administrativa, bateu a cabeça e ficou com metade do rosto muito inchado, conforme descrito pelo marido. Por conta disso, ela precisou ser internada na UTI e passou por uma cirurgia.

Brasileira que sofreu grave acidente ao lado do marido na lua de mel recebe alta da UTI — Foto: Reprodução

Um acidente com um ônibus de turismo em Punta Cana, na República Dominicana, deixou pelo menos três mortos e mais de 30 feridos.

Havia brasileiros a bordo, segundo divulgado pela imprensa local e confirmado pelo Itamaraty. O acidente aconteceu na quinta-feira (7) em uma região turística (o destino do ônibus era uma ilha próxima).

O jornal “Diário Libre” publicou o nome de três brasileiras que estavam acompanhadas de outras quatro pessoas, mas não se sabe a nacionalidade desses acompanhantes.

A lista de nomes e nacionalidades divulgada pela mídia dominicana aponta que havia turistas dos seguintes países:

  • Argentina
  • Brasil
  • Chile
  • Colômbia
  • México
  • Peru

Segundo o diário argentino “Clarín”, as vítimas fatais são duas argentinas e uma peruana.

O motorista do ônibus, Franklin Nín Pérez, afirmou inicialmente que um caminhão fechou o espaço para o ônibus na rodovia.

Um vídeo gravado no local não mostra o caminhão. De acordo com a mídia dominicana, um pneu pode ter explodido quando o ônibus estava em movimento.

Uma chilena que estava no ônibus afirmou que o veículo estava em alta velocidade. Ela afirma que o motorista perdeu o controle em uma curva e capotou. O caso está sendo investigado.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar