‘Bertioga + Saudável’ reúne 200 pessoas na Praça Tupiniquins | Riviera, bairro mais sustentável do País

O evento “Bertioga + Saudável”, promovido pela Riviera de São Lourenço, reuniu cerca de 200 pessoas neste sábado (18) na Praça Tupiniquins, no centro da cidade. Preparadores físicos organizaram um circuit training para os participantes antes da corrida ou caminhada à beira mar.

“O evento superou todas as nossas expectativas. Foi muito bom ver as pessoas vindo de vários bairros para participar do Bertioga + Saudável e compreendendo o propósito dessa atividade, que é incentivar uma vida mais saudável. Agora, vamos dar continuidade a esse projeto e promover as ações nos bairros. Nossa ideia é contagiar cada vez mais pessoas”, afirmou Keila Seidel, coordenadora de Marketing da Sobloco.

Depois de uma semana bastante chuvosa, o tempo na manhã deste sábado ajudou. Preparadores físicos orientaram exercícios de aquecimento e do circuit training. Os participantes, divididos em grupos, eram acompanhados por um instrutor. “Os exercícios foram muito legais porque treinavam perna, abdome, corpo todo. A série foi bem produtiva. Como tinha instrutor no grupo, não teve como enrolar”, afirmou a advogada Fabiane Del Rei, de 35 anos.

O evento ao ar livre, que obedeceu aos protocolos de segurança da Covid-19, marcou uma retomada das atividades em grupo promovidas pela Riviera. “Foi uma forma de vivenciar tudo o que a gente deixou de fazer por mais de um ano por causa da pandemia. Parece que foi o despertar de uma nova vida. Foi ótimo. Já estou esperando o próximo”, disse Fabiane.

Arquivo Sobloco Construtora — Foto: Arquivo Sobloco Construtora

“Eu achei muito legal essa proposta da Riviera de São Lourenço, de levar o projeto aos bairros de Bertioga. Caso contrário, correria o risco de ficar muito seletivo e restrito só para quem tem possibilidade de se locomover até o centro”, afirmou Fabiane.

Após o circuit training, os participantes foram até o Forte São João onde houve a largada para corrida pela orla da praia. Quem não estava preparado para correr, pôde fazer o trajeto caminhando.

A professora Marinalva Almeida Coutinho, de 51 anos, tinha intenção de fazer só a caminhada depois dos exercícios, mas acabou se empolgando. “Eu estava de chinelo e com um curativo no pé, mas na hora da largada eu me empolguei. Tirei o chinelo e acabei correndo um trecho”, contou.

Marinalva afirma que o evento acabou tendo um significado especial para ela que fez um rigoroso isolamento por causa da pandemia.

“Eu gosto de correr, de pedalar. Estava com saudades. Como eu tive câncer e fiz tratamento, eu tive que ficar muito tempo em casa. O corpo e a cabeça sentem falta do exercício ao ar livre. A pandemia fez com que a gente desse valor às pequenas coisas, como o barulho do mar”, afirma a professora.

Uma das propostas do evento era levar os participantes a observarem como o esporte ao ar livre e o contato com a natureza podem ser benéficos para a saúde mental. “Eu costumava sair para pedalar e caminhar. É um jeito de extravasar. Faz um bem imenso, mas é só vivendo que a pessoa entende isso. Eu fico sempre atenta as ações que a Riviera de São Lourenço promove para a população. São oportunidades maravilhosas e muito organizadas. Sempre participo”, disse Marinalva.

A professora de educação física Ilma Oliveira, proprietária da academia Power Center, umas das parceiras do evento, é uma entusiasta do esporte e viu na iniciativa uma grande oportunidade de incentivar as pessoas à prática da atividade física, tão essencial para a saúde. “A Riviera e a Sobloco estão de parabéns por esse projeto que incentiva as pessoas a buscarem uma melhor qualidade de vida e saúde, principalmente nesse momento que estamos vivendo. Através desses eventos a gente consegue levar muita informação e esclarecimento para a população. Esses encontros só beneficiam a nossa cidade”, enfatizou Ilma.

O monitor ambiental Mar Franz elogiou a organização da atividade. “Esse evento superou as expectativas, mesmo das pessoas que já estão acostumadas a participar das atividades promovidas pela Sobloco em outras ocasiões, tanto pela quantidade de participantes quanto pela condução e organização, que estava maravilhosa. Para mim, que costumo participar dos eventos fotografando, foi um privilégio muito grande poder fazer parte dessa atividade falando sobre saúde mental e sobre a nossa história.”

No encerramento da atividade, Mar Franz lembrou a importância do Forte São João, que foi construído em paliçada e madeira em 1532 e só teve uma versão em alvenaria décadas mais tarde. Posicionado estrategicamente para quem seguia para São Vicente, o forte é um marco na história do Brasil. “Ter feito esse evento no Forte São João, que é a primeira fortaleza do Brasil e marco zero da cidade, um dos pontos historicamente mais importantes da região, foi acertadíssimo. Estou ansioso pelas próximas atividades”.

O Forte São João foi a primeira fortaleza do Brasil e é considerado o marco zero da cidade — Foto: Arquivo Sobloco Construtora

“Queremos agradecer a Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura de Bertioga pela cessão desse espaço tão lindo que é o Parque Tupiniquins. O ambiente contribui muito para o êxito dessa ação. Agradecemos também imensamente aos nossos parceiros que organizaram as atividades físicas e contagiaram o público presente”, ressaltou Keila.

Bertioga + Saudável
A ação deste sábado foi a primeira das oito atividades previstas pelo “Bertioga + Saudável” nos próximos 12 meses. O projeto visa incentivar as pessoas a terem uma vida mais saudável através da prática de esportes, gincanas, recreações, palestras que promovam a saúde mental e alimentação adequada.

As próximas atividades devem acontecer em diferentes bairros da cidade e visam atingir públicos de todas as idades com gincanas, caminhadas, palestras e oficinas.

 A Riviera de São Lourenço procura promover o bem-estar da população com ações de cidadania, cultura e educação

A Riviera de São Lourenço procura promover o bem-estar da população com ações de cidadania, cultura e educação

Como parceira do município de Bertioga, a Riviera de São Lourenço procura promover o bem-estar da população local, promovendo ações de cidadania, cultura e educação. O empreendimento ainda contribui para desenvolvimento da região, através da geração de emprego e renda, do Programa Clorofila de Educação Ambiental, das atividades da Fundação 10 de Agosto, entre outras iniciativas.


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar