Auditores fiscais realizam protesto em frente à Alfândega de Santos | Porto Mar

Profissionais aduaneiros de Santos, no litoral de São Paulo, e de outras cidades da região realizaram um protesto na tarde desta quarta-feira (13), em frente ao prédio da Alfândega do cais santista. A categoria reivindica o pagamento de um bônus variável – firmado em 2016, a abertura de concurso público pela Receita Federal e o retorno do orçamento da Receita.

Ouvido pelo g1, o auditor fiscal e vice-presidente do SindiFisco em Santos, Flavio Prado, disse que o protesto foi extremamente positivo para a categoria. “Aproveitamos a oportunidade para avaliar como está a mobilização em cada localidade. A tendência é ocorrer um acirramento da mobilização diante da falta de respostas do Governo Federal”.

Diante do protesto, o prazo para liberação das mercadorias no Porto de Santos teve um crescente aumento de 24 horas para 20 dias. O complexo santista movimenta R$ 45 bilhões por ano.

Auditores fiscais realizaram protesto em frente à Alfândega de Santos — Foto: Alessandra Arnosti/ Sindifisco Santos

Para Marcus Dantas, que ingressou na Receita Federal há 21 anos, as fronteiras do país estão abertas por falta de funcionários e cortes no orçamento do órgão. Ele afirma que o ato em Santos – maior aduana do Brasil – foi uma forma de alertar a sociedade sobre os sérios prejuízos causados pelo sucateamento da Receita. “A missão do protesto foi garantir os recursos para financiar o estado brasileiro, e evitar a entrada de drogas, armas e contrabando, tão prejudicial à nossa nação”.

Sobre o assunto, a Receita Federal, em nota, disse que não se manifesta sobre greves ou mobilizações.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos


Fonte Original

Compartilhar
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
EnglishPortugueseSpanish
Fechar
Fechar